Blog da Corvus

26
Out

Entenda porque um RAID não é backup

recuperação de raid

É importante reforçarmos que uma solução de RAID não é uma solução de backup em si só! Uma estratégia de backup bem planejada – e cumprida à risca – é fundamental e indispensável em qualquer ambiente, seja empresarial ou até mesmo doméstico.

Mesmo o RAID não sendo uma novidade do mercado, pois existe há mais de 20 anos, muitas pessoas e empresas ainda o confundem com uma solução de backup, o que é um grande erro! Como dissemos em um outro artigo, um RAID é um sistema de armazenamento inteligente que consolida múltiplos discos rígidos para fornecer mais performance, segurança e contingência nos dados empresariais.

Mas porque o RAID não é sinônimo de backup?

As unidades do RAID são utilizadas para banco de dados, repositório de arquivos pesados, volumes virtualizados e, também, backup. Porém, a ideia a ser desmistificada é que RAID é sinônimo de backup. O fato do usuário ter um RAID não significa que ele esteja 100% protegido e possa simplesmente dispensar uma solução de backup. Um backup, de fato, é ter redundância de dados fora da empresa, como por exemplo o backup nas nuvens.

Então qual é a vantagem do RAID?

Imagine o seguinte: atualmente as pessoas/empresas tem utilizado HD’s de 1 TB. O RAID permite que você construa um volume com 8 HD’s de 1TB, o que significa que você terá um drive lógico de 8TB. Pegando este caso de exemplo, se algum fabricante tentar produzir um único HD com os mesmos 8TB, o custo será muito maior do que os 8 HD’s de 1TB somados. É preciso levar em consideração, também, que fazer um backup de 8TB é algo que gera uma grande despesa para a empresa.

Qual o risco de usar o RAID como backup?

Utilizar uma pasta de backup dentro do RAID não garante nenhuma segurança para a empresa, podemos dizer que é a mesma cosia que apostar todas as fichas em uma única aposta. A redundância de discos tem a função de proteger o RAID e não os dados. A redundância de discos, por sua vez, é um método paliativo para que o sistema não fica indisponível.

Imagine o seguinte exemplo: você está andando de carro e por algum acidente o pneu furou, logo o condutor deve substituí-lo pelo estepe. Agora, se o motorista não faz essa troca e um segundo pneu é furado, ter um estepe já não resolve nada, pois o saldo é de dois pneus furados e apenas um para trocar. Seguindo a mesma linha, se o condutor troca o pneu furado e não repara o furo em uma borracharia, o risco de andar com o carro ainda é alto, pois ele estará andando com um estepe furado.

O RAID funciona da mesma maneira. Existe um disco espelhado e outro de contingência, que tem a função de ocupar a posição de um drive falhado e manter o sistema em operação, o que garante que você não perderá o acesso ao servidor. Agora, se assim como o estepe, o drive falhado não for reparado, as informações que contém nele estão em grande risco.

Precisa recuperar RAID?

A Corvus possui experiência de mais de 8 anos com recuperação de RAID, tendo desempenhado centenas de recuperações bem sucedidas, prestando serviços que vão do diagnóstico à recuperação completa dos dados. A Corvus executa com excelência a recuperação de sistemas RAID, independente do tamanho, configuração, sistema operacional ou plataforma do sistema.

Comentários desabilitados.