Blog da Corvus

14
Mar

Recuperação de dados de HD queimado. É possível?

Recuperação de dados de HD queimado

Se você pretende descartar seu HD com informações pessoais e/ou profissionais que não são mais importantes, mas não quer correr o risco de que elas sejam acessadas por terceiros, nós já adiantamos: Queimá-lo não é a melhor solução.

Um caso acontecido no ano de 2011 e bastante divulgado na mídia, foi o do rapaz que invadiu uma escola em Realengo – RJ causando uma tragédia. Para eliminar pistas, ele ateou fogo em seu computador. Porém, segundo especialistas, o fogo não é a melhor maneira de se livrar de um disco rígido, muito pelo contrário, HDs são bastante resistentes à altas temperaturas.

Se o fogo não chegar a atingir as mídias, mais conhecidas como “pratos do disco” – que por sinal, são construídos em um ambiente selado e bastante protegido dentro do HD – os dados ainda podem ser recuperados, ao passo que, se esses pratos forem atingidos pelo fogo e sofrerem alterações físicas em sua superfície como dilatações ou deformações, as informações que são armazenadas neles de forma magnética serão destruídas, logo as chances de recuperação de dados são quase zero.

A recuperação de dados em um HD queimado, é um processo bastante difícil e trabalhoso, pois na grande maioria dos casos a empresa de recuperação de dados precisa construir um HD idêntico ao queimado e colocar sua mídia – os pratos – do HD danificado nele. O grande problema é que, devido ao fato de o disco estar queimado, torna-se difícil identificar os componentes necessários para a construção – ele precisa ser realmente idêntico. O selo do HD diz muito sobre seu modelo e sua fabricação e é, basicamente, através dele que as empresas baseiam-se para fazer toda a identificação de peças e afins. Porém, quando queimado, este rótulo normalmente é apagado.

Na informática, a palavra “queimar” não necessariamente está relacionada ao fogo. Existem casos em que o técnico diz: o seu HD está queimado e isso quer dizer que o que “queimou” é o circuito lógico que controla a leitura e armazenamento dos dados do HD, conforme já falamos em um outro artigo. Nestes casos é necessário trocar esta placa lógica por uma nova.

Independente do problema do seu HD, seja ele lógico, físico, queimaduras causadas por fogo ou ainda que ele simplesmente tenha parado de funcionar e você não tenha a menor ideia do que aconteceu – principalmente neste caso – é muito importante que seja procurada uma empresa de recuperação de dados e não realizar intervenções por conta própria ou utilizar algum programa baixado na internet.

Como dissemos, a recuperação de dados, principalmente em HDs queimados, é um trabalho bastante complexo, e é fundamental que seja feita em um laboratório devidamente equipado e livre de impurezas – bons laboratórios possuem filtro de partículas poeira para não danificarem os platters do HD quando expostos – com especialistas altamente treinados.

A Corvus investe constantemente em infraestrutura e tecnologias inovadoras, a fim de elevar cada vez mais o nível de garantia de recuperação dos dados de seus clientes, além disso, já recuperou diversos HDs que sofreram graves queimaduras físicas e lógicas. Por isso, se o seu HD apresenta problemas, entre em contato com a Corvus e converse com um técnico, ele com certeza irá esclarecer as suas dúvidas e te indicar a melhor solução.

Comente aqui

  • (will not be published)